Poemas e Poesias

Palavras e flores

Glicínia

As flores roxas de
glicínias se espelham
Nas águas do lago.
Pelo vaivém das carpas
coloridas sob as águas,
Ondas daquela
cor surgem
sucessivamente.

Mokiti Okada


A beleza da flor,
Quando a fixo compenetrado,
Volto a sentir
Quão profundas são
As bênçãos de Deus.


Sem conhecer as
impurezas do mundo,
Desabrocha uma
camélia no jardim
Com ela, ornamento
o meu lar.


Aqueles que têm o
desejo ardente
De se igualar à beleza
das flores,
Possuem corações
Que a elas se assemelham.

Mokiti Okada



Poeminha Amoroso

Este é um poema de amor
tão meigo, tão terno, tão teu...
É uma oferenda aos teus momentos
de luta e de brisa e de céu...
E eu,
quero te servir a poesia
numa concha azul do mar
ou numa cesta de flores do campo.
Talvez tu possas entender o meu amor.
Mas se isso não acontecer,
não importa.
Já está declarado e estampado
nas linhas e entrelinhas
deste pequeno poema,
o verso;
o tão famoso e inesperado verso que
te deixará pasmo, surpreso, perplexo...
eu te amo, perdoa-me, eu te amo...

Cora Coralina

Para uma Amante das Flores

Calma, doce senhora, eis suas flores -

Encantadoras e boas amigas.

Das quais, em todas as tuas horas sem nuvens,

Ninguém é afastado.

Perto delas, ao contrário da raça rude dos homens,

Nenhum carinho é desdenhado;

Toda tua querida e fértil graça

É mil vezes retribuída.

A rosa te recompensa por todos os teus sorrisos,

O impecável lírio armazena

Orvalho no cálice de seus artifícios,

Tão reluzente quanto tuas lágrimas.

Os olhares de teus olhos satisfeitos

Não são lançados sem gratidão;

Nos matizes da meiga violeta azul

Contemplam-se restaurados.

Distante cravo - quando tua face

Perto dele se achega,

Teus rubores reproduzem

De um alegre golpe!

O bálsamo acalentou todos os teus suspiros,

O galanto tocou tua fronte,

Assim, nenhum de teus encantos morrerá,

Juram tuas amigas coloridas.

Anônimo.

Livros e flores

Teus olhos são meus livros.

Que livro há aí melhor,

Em que melhor se leia

A página do amor?

Flores me são teus lábios.

Onde há mais bela flor,

Em que melhor se beba

O bálsamo do amor? 

Machado de Assis

"O musgo é o símbolo do amor materno, porque, como esse amor, ele alegra nosso coração quando o inverno da adversidade nos atinge e nossos amigos de verão nos abandonam."

Henrietta Dumont


Ikebana Dia das Mães 2018
Ikebana Dia das Mães 2018

"era uma figura carinhosa
nem um pouco misteriosa
era sempre amorosa
não importava a hora


nunca estava cansada
tinha sempre a voz calma
de acalmar a alma
não era um fada


me protegia
como ninguém fazia
e não ligava, apenas dizia
sorria


até hoje é jeitosa
amorosa e carinhosa
mas acima de tudo
é uma mãe com o maior amor do mundo."


Daniel Brito